Por: Vine

 

Durante sua última visita ao Brasil, tive o privilégio de dar um rolê no Grajaú, extremo da sul de São Paulo, com um ícone da história da fotografia, do movimento hip-hop e consequentemente da cultura pop.

Chi Modu, fotógrafo nigeriano radicado nos Estados Unidos, dirigiu o departamento de fotografia da The Source, a revista que se estabeleceu como a fonte do hip hop nos anos 90. Os rappers com cara de mau, gangstashit, Tupac no seu auge, Biggie, Snoop começando a fazer rap. A revista nasceu no momento em que o movimento começava a ganhar o mundo e Chi Modu meio que ajudou a moldar a ideia que temos do gênero naquela época. Importante, significativo e exemplar a posição de um negro documentando o que via a sua volta, mostrando ao mundo. Exemplar, porque atualmente no Brasil temos vários desequilíbrios sociais e psicológicas fortalecidos por pessoas não-negras lidando com estéticas que nasceram de culturas negras.

Chi Modu trata um pouco disso e muito mais nesse mini doc que captei com a ajuda do Jeff, e finalizei com a colaboração do GNA. Obrigado, amigos. Trabalho independente não é tão independente assim.

Além do Grajaú, as imagens foram captadas na Chácara Santa Maria, região do Capão Redondo.

Ative as legendas:

 

Siga o Vine no Instagram e também Chi Modu.

Acompanhe a DAIMAG no Facebook, Instagram e fique atento nas atualizações de outr@s produtores independentes.